Porque informação é como a água: indispensável.

Água e a importância

4 de março de 2021

A água é uma substância encontrada em grande quantidade em nosso planeta, entretanto, nem toda essa água disponível pode ser aproveitada pelo homem.

Por Rafaela Sousa (Graduada em Geografia) e Maria Vanessa Sardinha

Além de estar presente na composição do planeta, a água também compõe parte do nosso corpo, permitindo-nos pensar que falar de água é falar de sobrevivência. Essa substância é utilizada em atividades essenciais ao ser humano, como a produção agrícola, e também usada como solvente universal.

A água era considerada um recurso inesgotável. Contudo, desde que foi considerada um símbolo de riqueza, por ter sido transformada em uma mercadoria, passou também a ser sinônimo de conflito. O mau uso, o desperdício, sua distribuição, bem como sua ocorrência são responsáveis por criar conflitos em diversas regiões do mundo. A preocupação com a disponibilidade de água é pauta frequente nas discussões ambientais e geopolíticas.

Água no planeta

O planeta Terra está inundado de água, formando a hidrosfera, compreendendo os oceanos, mares e águas continentais. Aproximadamente 71% da superfície terrestre é coberta por água, totalizando cerca de 1,4 bilhão de km³. É considerado o único planeta que apresenta a água em seus três estados físicos: gasoso, líquido e sólido. De toda a água disponível no planeta, 97,5% é água salgada. Apenas 2,5% da água disponível é doce.

Água doce no planeta

A água doce disponível no planeta não se apresenta distribuída uniformemente, variando segundo a presença de ecossistemas nas diferentes regiões. A água doce pode ser encontrada em geleiras, neves eternas, águas subterrâneas, solos, rios e lagos.

Os países que mais concentram água doce no mundo são Rússia, Brasil, Canadá, Estados Unidos, Índia, Colômbia, República Democrática do Congo e China, correspondendo a aproximadamente 60% da água doce existente no planeta.

De acordo com dados da Agência Nacional das Águas (ANA), o continente com maior concentração de água doce é a América com cerca de 39,6%, seguido pelo continente asiático com 31,8%. O continente com menor volume de água doce é a Oceania, concentrando apenas 3,9% da água doce disponível. A África, por sua dimensão, é um dos continentes que sofre com a falta de água, tendo em seu território cerca de 9,7% da água doce do mundo.

Água no Brasil

O Brasil é um país abundante em recursos hídricos, representando cerca de 12% do total mundial. Contudo, sua distribuição não é uniforme no território. Segundo a ANA, a água doce é distribuída nas regiões brasileiras da seguinte maneira:

Região Norte: corresponde a 68% dos recursos hídricos;
Região Centro-Oeste: corresponde a 16% dos recursos hídricos;
Região Sul: corresponde a 7% dos recursos hídricos;
Região Sudeste: corresponde a 6% dos recursos hídricos;
Região Nordeste: corresponde a 3% dos recursos hídricos.

Há um contraste visível entre a distribuição de água no Brasil e a distribuição populacional. A Região Norte, que detém o maior volume de água doce do país, é a região com menor densidade demográfica, ou seja, é uma das regiões menos povoadas, contando com apenas 7% da população. Já a Região Sudeste, a mais povoada do país com cerca de 42,63% da população, conta com apenas 6% da disponibilidade de recursos hídricos.

No que tange ao desperdício de água, o Brasil, segundo o Ministério do Meio Ambiente, desperdiça entre 20% a 60% da água destinada ao consumo ao longo da distribuição. Os hábitos dos brasileiros também não favorecem a economia de água, já que boa parte dessa substância é desperdiçada seja em uso pessoal ou atividades de limpeza.

Ciclo da água

O ciclo da água é responsável pela reposição de água doce no mundo e corresponde ao movimento da água entre a superfície terrestre e a atmosfera. Ao longo da circulação, a água apresenta-se em diferentes estados físicos. O ciclo hidrológico ocorre da seguinte maneira:

WATTERS_distribuição-da-água-no-planeta

A energia solar que chega até a superfície terrestre faz com que a água de oceanos, mares, lagos, rios, sofram evaporação. O vapor d’água eleva-se formando nuvens. Devido às condições climáticas, as nuvens podem estar carregadas de umidade, precipitando, então, em forma de chuva, neve ou granizo. Ao retornar à superfície, parte da água precipitada pode evaporar antes mesmo de alcançar o solo; outra parte retorna aos oceanos, mares e demais cursos d’água; parte infiltra-se no solo abastecendo os reservatórios subterrâneos e assim o processo de circulação é reiniciado.

Água potável

Água potável, segundo o Ministério da Saúde, é a “água que atenda ao padrão de potabilidade e que não ofereça risco à saúde”, ou seja, é aquela que pode ser consumida por atender requisitos físicos, químicos e biológicos que estabeleçam sua qualidade e garanta segurança ao bem-estar do consumidor.

Os principais requisitos para classificar a água como potável é:

  1. Ser inodora, incolor e ter sabor indefinível, mas que permita distingui-la dos demais líquidos.
  2. Não pode conter organismos patogênicos, ou seja, que causem doenças.

Utilização da água

A água além de compor boa parte do planeta e do nosso corpo, garantindo a existência de vida, possui também inúmeras utilidades, estando presente em quase todas as atividades humanas que permitem o desenvolvimento de uma sociedade.

A atividade que mais consome água no mundo é a agricultura, segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO). Quase 70% do consumo de água é voltado ao setor agrícola. A segunda atividade que mais consome água doce é a indústria, de acordo com o Ministério do Meio Ambiente, representando cerca de 22% do consumo e depois o abastecimento doméstico correspondendo a aproximadamente 8% do consumo.

No Brasil, cerca de 60% da água consumida é destinada ao setor agrícola; 17% ao setor industrial e 9% ao abastecimento doméstico.

Fonte: brasilescola.uol.com.br/geografia

Onde estamos

Rua Maurício Miguel Nasser Abrão . 355
Curitiba . PR . 81312-010

Como falar com a Watters:

Pelo telefone 41 3195 . 4466
Pelo e-mail contato@watters.com.br
ou ainda pelo formulário.

Fale com a Watters

A nossa ligação começa aqui. Entre em contato e conte com as nossas soluções.

    Como falar
    com a Watters:

    41 3195 . 4466
    contato@watters.com.br

    Onde
    estamos:

    Maurício Miguel Nasser Abrão, 355
    CEP 81.312-010 | Curitiba - PR

    © 2021 - Watters - Todos os direitos reservados . Política de Privacidade

    Desenvolvido por: